banco leite

 

O número de doadoras de leite materno caiu consideravelmente neste mês de janeiro no Banco de Leite da Santa Casa de Jahu. Hoje são apenas oito mães lactantes que fazem a coleta para a unidade, sendo que o número ideal é em torno de 30 voluntárias. O Banco de Leite atende 11 leitos da UTI neonatal da Santa Casa, onde ficam os bebês prematuros e cujas mães não podem amamentar.

As estatísticas normalmente apontam para queda nas doações de leite humano no período de férias. Em novembro passado 22 mães participavam do programa do Banco de Leite, número que começou a cair em dezembro chegando as atuais oito doadoras no final do mês. Segundo a nutricionista responsável pelo setor, Miriam Zuliani Rett, o número é muito baixo, mesmo levando-se em conta que o que vale é o volume de leite coletado e não o total de doadoras. Ela lembra que o alimento é de grande importância na recuperação dos bebês prematuros, proporcionando ganho de peso rápido, desenvolvimento com mais saúde, além de imunizá-los contra infecções.

Podem ser doadoras todas as mães que estiverem amamentando e tenham produção além da demanda necessária. A orientação é passada com detalhes pela equipe do Banco de Leite. “Toda semana a gente passa nas casas entregando os vidros já esterilizados, a mãe faz a coleta, e na semana seguinte passamos pegando o que foi ordenhado”, explica a nutricionista. As mães lactantes que puderem fazer a doação ou quiserem mais informações devem entrar em contato com o Banco de Leite da Santa Casa de Jahu através do telefone 3602-3368.

 

 

 

capa info 86