cigarro

 

Com o apoio da Sociedade de Anestesiologia do Estado de São Paulo, o setor de Anestesiologia da Santa Casa lança campanha de orientação para que o paciente deixe de fumar para a realização da cirurgia. A campanha que está sendo lançada marca o dia do Médico Anestesiologista, comemorado em 16 de outubro, data da ocasião do registro da primeira cirurgia com anestesia, realizada no anfiteatro cirúrgico do Massachusetts General Hospital, em Boston, pelo cirurgião John Collins Warren, para retirada de um tumor no pescoço de um jovem chamado Gilbert Abbot, anestesiado pelo dentista William Thomas Green Morton.

 

Folheto explicativo da campanha aborda os benefícios de deixar de fumar e o porque é importante deixar de fumar antes de se submeter ao procedimento cirúrgico. Segundo a Sociedade de Anestesiologia, estudo aponta que enquanto mais de 50% dos fumantes experimentam complicações cirúrgicas, esse número cai para menos de 20%, entre aqueles que deixaram de fumar. O fumante terá probabilidade maior de apresentar problemas respiratórios durante ou após as cirurgias; além disso, a incisão cirúrgica terá maior probabilidade de infectar-se, porque o tabagismo reduz o fluxo sanguíneo, dificultando a cicatrização.

 

Quanto aos benefícios, destacam-se o lado financeiro, pois o fumante economizará cerca de R$ 5,6 mil por ano se largar o vício, acrescenta, pelo menos, seis a oito anos à sua vida, além de reduzir a exposição de seus entes queridos ao tabagismo passivo.

 

A campanha também destaca a importância das consultas pré-operatória com os médicos anestesiologistas para assegurar um tratamento com proteção e alta qualidade antes, durante e após os procedimentos. Na consulta pré-anestésica o médico anestesiologista sanará as questões sobre a cirurgia e anestesia, fará uma avaliação clínica, além de fazer as perguntas sobre a saúde e medicamentos que o paciente toma. “Não deixe de dizer se você fuma ou se já fumou – mesmo que tenha deixado de fumar há muitos anos. Seu médico anestesiologista tomará precauções para reduzir os possíveis problemas relacionados ao tabagismo, e trabalhará junto com você e sua equipe de saúde, para assegurar o tratamento melhor e mais seguro”, diz o comunicado da Sociedade de Anestesiologia.

 

A Santa Casa de Jahu possui em seu Corpo Clínico 10 médicos anestesistas e 3 médicos residentes em anestesiologia atuantes no Centro Cirúrgico e Obstétrico e com consultório para os atendimentos aos pacientes da filantrópica; portanto, antes de qualquer procedimento cirúrgico é primordial a consulta com o anestesiologista.

 

 

 

capa info 86