Notícias

AVC - Mais eficácia no atendimento

COLETIVA AVC OUT 2018

 

 

Visando o encontro sobre o AVC, que acontece nesta próxima segunda feira, 29 de outubro, no Espaço Cultural, a Santa Casa de Jahu realizou uma coletiva de imprensa nesta quinta feira (25/10) para mostrar a importância do tema e do protocolo que pretende estabelecer na região um atendimento e um diagnóstico mais rápido do Acidente Vascular Cerebral (AVC), que tem vitimado milhares de pessoas em todo mundo. Só no Brasil cerca de 100 mil morrem desse mal todos os anos.

 

Presentes na coletiva o Clínico Geral e Intervencionista do SAMU, Dr. Rhaufe Cluife Cardoso, o Neuroclínico Dr. Jonas Bernardes de Lima Filho e as enfermeiras que participam do treinamento sobre novo protocolo do AVC, Cristiane Veronese e Michele Padovan. Segundo o médico neuro-clínico existem dois tipos de Acidente Cerebral Vascular. O Isquêmico, onde ocorre a obstrução de uma artéria, e o hemorrágico, quando a artéria se rompe e o derramamento de sangue provoca lesão no tecido e uma perda de função cerebral. Ele explicou que o evento começa a discutir as formas de atendimento e a capacitação de todos os envolvidos, desde a família do paciente até os atendentes de socorro e saúde da região, para que as sequelas sejam minimizadas ou até zeradas após o atendimento. O Dr. Jonas lembra que a Santa Casa de Jahu está preparada para o atendimento destes casos e que o protocolo vai facilitar a retaguarda da equipe médica.

 

O representante do SAMU, Dr. Rhaufe Cluife Cardoso, destacou que o atendimento de qualidade começa no pré-hospitalar, com o diagnóstico já adiantado. Ele salientou que os sintomas passam pelo déficit motor, com alterações no sorriso, na falta de força nos braços do paciente e no articular da fala. O médico socorrista afirmou que o SAMU, excelência neste tipo de atendimento, quer passar a toda região essa experiência e detectar os problemas que cada cidade tem, buscando soluções para o atendimento nesses casos.

 

Trabalhando nesse aperfeiçoamento a Santa Casa de Jahu agendou o encontro para esta segunda feira (29/10), Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC). O objetivo é reunir o maior número possível de representantes de hospitais da região, à partir das 20 horas no Espaço Cultural. Nos casos de AVC cada segundo pode significar a diferença entre a vida e a morte do paciente. Devido a grande importância na difusão dessas informações, os representantes de hospitais das doze cidades atendidas pela Santa Casa foram convidados a participar. A presença deve ser confrmada pelo telefone (14) 3602-3322 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

A Santa Casa de Jahu é o único hospital da região credenciado pelo Ministério da Saúde como LINHA DE CUIDADO DO AVC, e está buscando atualmente o reconhecimento de hospital com excelência no atendimento desses casos.

Semana do Rim - Saldo positivo

Semana do Rim - Saldo positivo

  A programação alusiva ao Dia Mundial do Rim da Santa Casa de Jahu, comemorado toda 2ª quinta-feira do mês de Março, se estendeu até quarta-feira (20). Palestras e atividades junto a população destacaram a prevenção da Doença Renal Crônica (DRC), cujos casos crescem demasiadamente ano após ano.   Com temas baseados no perigo silencioso da...
Leia mais...
“Enxovaizinhos” chegando!

“Enxovaizinhos” chegando!

  As atividades do Corpo de Voluntários da Santa Casa de Jahu continuam em ritmo acelerado. O grupo adquiriu recentemente fraldas de tecido, cobertores, toalhas de banho, meias e macacões. Essas peças passam a compor os enxovais para recém-nascidos que vão ser doados para famílias carentes atendidas pela Santa Casa.   Além dos recursos arrecadados para compra de materiais e pro...
Leia mais...
Santa Casa de Jahu alerta para prevenção da DRC

Santa Casa de Jahu alerta para prevenção da DRC

  A Santa Casa de Jahu chama a atenção para a prevenção da Doença Renal Crônica (DRC). Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) mostram crescimento anual da doença, que tem sintomas e evolução silenciosos. Contudo a DRC se torna previsível quando o paciente faz parte do grupo de risco e não busca orientação médica.   Segu...
Leia mais...