Notícias

Santa Casa forma quarta turma de Residência em Anestesiologia

 

 

Uma mistura de lágrimas, agradecimentos e alegria marcou a formatura da quarta turma do Programa de Residência Médica em Anestesiologia da Santa Casa de Jahu. A cerimônia festiva ocorreu na noite desexta-feira, 6 de março, no Espaço Cultural da instituição.

 

O evento contou com a presença de membros da diretoria e do Conselho Fiscal, médicos, colaboradores, Irmãs do Sagrado Coração de Jesus e familiares das grandes estrelas da noite, as médicas Camilla Camisão Rios e Nathasha Cordeiro Barbosa.

 

A mesa de honra foi formada pelo provedor da Santa Casa de Jahu, Alcides Bernardi Júnior, pela gerente administrativa, Scila Andréa Pascoalotte Carretero, diretor clínico, Dr. Sílvio Fernando Alonso, diretor técnico, Dr. Daniel Márcio Elias de Oliveira e pelo médico coordenador do Programa de Residência Médica, Dr. Celso Luiz Módulo, além das residentes.

 

A enfermeira supervisora das UTIs do hospital, Maria Amélia Cremasco, fez uma homenagem às formandas. O diretor clínico e a médica anestesiologista Dra. Josie de Kátia Grizzo Criscuolo falaram em nome dos médicos, parabenizando-as pelo término da especialização.

 

No discurso, o provedor da Santa Casa elogiou os médicos-professores envolvidos na residência e salientou que o hospital “ofereceu o melhor para que elas estejam preparadas e enfrentem o futuro profissional”.

 

Alcides Bernardi Júnior também lembrou que o hospital foi autorizado, a partir deste ano, a iniciar a Residência em Clínica Médica e que o objetivo, no futuro, é transformar a Santa Casa em um hospital-escola, tornando-se um centro formador de mão de obra médica de qualidade.

 

Após os pronunciamentos, Dr. Celso Módulo entregou o certificado de conclusão às médicas. “Para que uma instituição cresça de uma forma plena, a parte de ensino é muito importante. É por isso que todos hospitais de renome desenvolvem programas de residência. Existe um estímulo muito grande, uma força motriz que obriga os profissionais que estão trabalhando em uma residência a estudar e se atualizar. Isso tem uma repercussão na qualidade da assistência muito grande. Aqui, na Santa Casa, estamos no início, mas pelo apoio que recebemos da diretoria, temos um bom futuro a trilhar”, comenta o médico, que também coordena a Comissão de Residência Médica do hospital (Coreme).

 

 

Perfil

Camilla Camisão Rios tem 29 anos e nasceu em Santos, litoral de São Paulo. É formada pela Universidade de Vila Velha, Espírito Santo. No momento, ela cursa uma subespecialização em anestesia para cirurgia cardíaca e torácica no Instituto Dante Pazzanese, em São Paulo.

 

“A gente aprendeu e cresceu muito nesses três anos. Nós aprendemos a lidar com outras pessoas, a respeitar espaços. Concluí meu objetivo, que era me tornar uma médica anestesista. A Santa Casa me deu uma excelente base para chegar em São Paulo e competir de igual para igual com os outros iniciantes. Espero que eu sugue ao máximo tudo o que eu puder lá, da mesma maneira que fiz na Santa Casa. Saio com a consciência de que estou bem para trabalhar em qualquer lugar”, analisa Camilla.

Nathasha tem 30 anos e é natural de Maceió, Alagoas. Estudou medicina na Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande, Paraíba. A meta dela é voltar para o Nordeste e trabalhar com a irmã - médica ginecologista/obstetra - e uma amiga em comum.

 

“Minha opção era cursar outra especialidade, mas acabei não passando. Aí pensei em uma área que pudesse estar vinculada ao trabalho da minha irmã, porque sou muito família. Escolhi anestesiologia e me encontrei. Não me vejo em outra especialidade, foi a escolha certa. Eu entrei uma pessoa e saio, três anos depois, outra completamente diferente”, comenta a anestesista.

 

 

Anestesiologia

O Programa de Residência Médica em Anestesiologia existe desde 2014 e já formou sete médicos. A residência é uma espécie de pós-graduação, em que médicos formados decidem especializar-se em alguma área da medicina.

 

 

Para suprir demanda, Santa Casa de Jahu produz máscaras cirúrgicas

Para suprir demanda, Santa Casa de Jahu produz máscaras cirúrgicas

    Em tempos difíceis, a saída é reinventar-se. E foi isso que a Santa Casa de Jahu fez em meio a pandemia do Coronavírus (Covid-19). Para driblar a falta de máscaras cirúrgicas no mercado, o hospital começou a confeccionar as próprias unidades.   As máscaras estão sendo produzidas no setor de Costura do hospital por três funcionárias. A equipe recebeu reforço de mais nove pessoas da Lavanderia e da Central de Materiais...
Leia mais...
Santa Casa de Jahu recebe doação de álcool líquido

Santa Casa de Jahu recebe doação de álcool líquido

    Em meio a pandemia do novo Coronavírus, atos de solidariedade merecem ser destacados. E um deles beneficiou a Santa Casa de Jahu, na tarde de quarta-feira, 25 de março. A Destilaria Seis Lagoas (Engenho Meneghetti), instalada na cidade de Dois Córregos, doou ao hospital dois mil litros de Álcool 70% líquido.   O elo entre a usina e o hospital foi feito por Mauricio Dalpino Franco, colaborador da destilaria e Irmão da...
Leia mais...
Santa Casa cria campanha para comprar respiradores e monitores

Santa Casa cria campanha para comprar respiradores e monitores

  A Santa Casa de Jahu lançou nesta quarta-feira, 25 de março, campanha para a compra de respiradores pulmonares e monitores de sinais vitais. Os equipamentos utilizados nas UTIs são essenciais para a manutenção da vida do paciente.   Dez novos aparelhos foram encomendados e devem chegar até o fim de março. O reforço se deve a um planejamento do hospital para enfrentar a pandemia do Coronavírus.   “Se casos mai...
Leia mais...